Papel de Parede: Conheça os 7 principais tipos

0
213
tipos de papel de parede

Na hora de decorar a casa, o papel de parede pode ser a solução perfeita para renovar o ambiente e personalizar os cômodos sem gastar muito e de forma prática!

Apesar de não ser difícil, a aplicação exige alguns cuidados e conhecimentos para que o resultado fique impecável.

Além disso, é importante conhecer os tipos e materiais usados para escolher o ideal para cada espaço.

Listamos os 7 principais tipos de papel de parede, são eles:

  1. Tradicional
  2. Texturizado (3D)
  3. Adesivo
  4. Vinílico
  5. TNT
  6. EVA
  7. Veludo

Conheça os 7 principais tipos de papel de parede e saiba como dar uma cara nova para as paredes da sua casa!

7 tipos de papel de parede

1. Tradicional

O papel de parede tradicional é feito de celulose, por isso é mais delicado e exige bastante atenção na hora de aplicar.

Esse é o tipo mais comum, mas, por ser realmente feito de papel, pode sofrer alguns danos e rasgos com o tempo ou caso a aplicação não seja feita corretamente.

Para aplicá-lo, você precisa adquirir também uma cola adequada para garantir a aderência e, se houver irregularidades, lixar a parede antes de aplicar. 

Ele é mais sensível à luz e umidade, então é melhor escolher esse papel de parede para quartos e salas, principalmente, e evitar aplicá-lo em banheiros e cozinhas.

Leia também: 9 dicas para ser produtivo no Home Office

2. Texturizado (3D)

O papel de parede texturizado costuma ser mais delicado por ter desenhos, estampas e detalhes em alto-relevo. 

Essa característica 3D faz com que o resultado fique bastante atrativo e inovador, e muitas vezes confunde os olhares das pessoas, que nem imaginam que aquela aparência é de um papel de parede! 

Alguns modelos imitam até mesmo pedras e madeiras, o que pode ajudar a dar um toque rústico ao ambiente.

Esse tipo ajuda a disfarçar imperfeições na parede, por isso, pode ser a opção ideal para aplicar naquele cômodo que tem um defeitinho que incomoda visualmente.

papel de parede texturizado
O papel de parede texturizado costuma ser mais delicado por ter desenhos, estampas e detalhes em alto-relevo.

 

3. Adesivo

O papel de parede adesivo tem uma das aplicações mais simples! Basta destacar a camada de trás e colar na parede, sem ter que aplicar cola antes ou contratar alguém para o serviço.

Muitas pessoas preferem esse tipo exatamente pela praticidade de poder fazer sozinho e por um valor mais acessível.

Ele é mais indicado para áreas internas que não têm muita incidência de luz solar para evitar o aparecimento de manchas.

4. Vinílico

Já o papel de parede vinílico tem um revestimento de plástico que garante maior durabilidade, além de permitir a lavagem e poder ser usado em ambientes com luz direta.

No entanto, não é indicado para cômodos com pouca ventilação, como quartos muito fechados, pois o plástico impede a respiração das paredes.

papel de parede vinílico
O papel de parede vinílico tem um revestimento de plástico que garante maior durabilidade

5. TNT

TNT significa “tecido não tecido”. E, no caso do papel de parede TNT, trata-se de uma composição de material têxtil e fibras de celulose.

O resultado é uma textura de tecido, apesar de não ser, de fato, um tecido. Ele pode ser aplicado em vários tipos de ambientes por também ser lavável.

Uma de suas maiores vantagens em relação aos outros materiais é a possibilidade de removê-lo e reaplicá-lo em outros ambientes, já que a sua remoção é mais simples devido à composição.

Leia também: Conheça a tendência do Minimalismo

6. EVA

O papel de parede de EVA tem uma textura mais emborrachada, o que garante durabilidade e também facilita a lavagem.

Contudo, pode não ser o material mais indicado para quem tem gatos, por exemplo, já que eles podem arranhar a unha e causar estragos no papel de parede.

Leia também: 14 ferramentas de jardinagem indispensáveis para o seu jardim

7. Veludo

Já a opção do papel de parede de veludo tem uma textura diferenciada, que pode ajudar a dar mais sofisticação para o ambiente.

Caso prefira esse material, saiba que a limpeza não é tão simples quanto a de outras opções. 

O veludo não pode ser lavado, então é necessário usar um aspirador de pó, pano seco ou até mesmo um espanador apenas para remover a poeira e mantê-lo em bom estado.

papel de parede de veludo
O papel de parede de veludo tem uma textura diferenciada, que pode ajudar a dar mais sofisticação para o ambiente.

9 passos para fazer a aplicação correta do papel de parede

A aplicação do papel de parede pode variar dependendo do modelo escolhido, mas na maioria das vezes é necessário seguir alguns passos básicos.

Confira os 9 passos para aplicar corretamente o papel de parede:

  1. Primeiro, verifique se a parede está lisa, sem irregularidades e desníveis. Se tiver algum defeito aparente, é importante lixar para garantir a aderência do papel de parede e um bom resultado.
  2. Também verifique se há infiltrações ou mofo, pois esses fatores também precisam ser reparados antes de iniciar a aplicação.
  3. Caso a sua parede tenha apenas alguns pequenos defeitos, você pode optar por um material que ajude a disfarçar, como os texturizados.
  4. Depois de preparar a parede, meça bem o papel de parede escolhido. Já imaginou começar a aplicar e o material acabar na metade do cômodo?
  5. Verifique onde você vai aplicar e compre a quantidade necessária. É indicado deixar sempre uma folga de 10 cm, sendo 5 cm na parte superior e 5 cm na inferior.
  6. Caso o papel de parede seja estampado, atente-se para os padrões. Se precisar cortar ou emendar, esse é um detalhe que precisa ser conferido para manter o desenho completo e reto.
  7. Pronto! Preparou e mediu a parede e conferiu o material? Agora é hora de aplicar! Comece de cima para baixo e, após aplicar todo o papel, alise bem para não ter bolhas.
  8. Se ficar um excesso de cola, use uma espátula para retirar.
  9. Corte o que ficou excedente com um estilete ou tesoura grande e, depois que estiver tudo seco, faça os espaços para liberar tomadas e interruptores.

Leia também: Conheça exercícios físicos de até 15 minutos para fazer em casa

Quais as vantagens de usar um papel de parede na decoração de casa?

Ainda está na dúvida se vale mesmo a pena usar um papel de parede na sua casa? Veja os benefícios!

  • Praticidade: Uma das principais vantagens de usar papel de parede é a praticidade. Apesar de exigir cuidados na aplicação, com paciência você pode aplicar sozinho e, em pouco tempo, terá um ambiente totalmente renovado!
  • Durabilidade: A durabilidade também é um benefício interessante. Alguns materiais podem durar mais de 10 anos! Se a sua ideia é mudar a decoração e só se preocupar com isso daqui a bastante tempo, pode investir num papel de parede atemporal e depois só ter os cuidados certos para mantê-lo limpo e conservado.
  • Economia: Caso a dúvida seja entre um papel de parede e a pintura, a primeira opção pode sair bem mais em conta. Você pode comprar apenas a metragem necessária e aplicar em uma única parede do cômodo, o que já ajuda a deixar o espaço mais decorado e aconchegante.

Se você decidir aplicar sozinho, então, a economia é ainda maior! Você evita gastos com mão-de-obra e ainda desenvolve novas habilidades.

Quais devem ser os cuidadosos cuidados ter com o papel de parede?

Para conseguir usufruir de todas as vantagens do papel de parede, é fundamental seguir os cuidados exigidos por cada material.

A limpeza é uma das principais manutenções que não pode faltar. Mantenha as paredes sempre limpas para evitar manchas e desgastes. Nas opções laváveis, você pode usar buchas ou panos molhados, mas nunca esfregar.

Já nas versões mais delicadas, remova sempre o pó usando o aspirador ou um pano seco.

O cuidado na hora de colocar também reflete na durabilidade do papel de parede. Se a parede estiver bem nivelada e a aplicação for feita corretamente, ou seja, sem bolhas e excesso de cola, a duração aumenta bastante!

Esses cuidados evitam que a aparência se desgaste rapidamente e ainda facilitam a manutenção!

Facebook Comments

RESPONDA

Comente aqui, por favor!
Escreva seu nome aqui